Individualização do Consumo de Água

Individualização do Consumo de Água

Matéria 01/08/2022

Como a Individualização pode ser usada?

 

A individualização do consumo de água pode ser utilizada em várias situações, como por exemplo para identificar o consumo de cada setor dentro de uma empresa, mas a sua aplicação ocorre na maioria das vezes em condomínios. Isso acontece, pois através dessa individualização, cada morador paga apenas a quantidade que ele está consumindo, ou seja, deixará de ratear igualmente a conta do condomínio com os outros condôminos.

 

Como a Individualização é aplicada na prática?

 

Essa individualização, basicamente consiste na instalação de um hidrômetro em cada unidade, ou em cada área que se deseja saber o consumo. E posteriormente, esses dados precisam ser lidos para que haja a correta gestão das contas. Vale ressaltar, que a T&D Sustentável oferece essa solução através da tecnologia de telemetria ou fotomedição, que consiste em coletar esses dados dos hidrômetros e por meio do GCI (Gestão de contas Individuais), onde é definido o consumo e o valor que deverá ser pago por cada condômino.

 

Saiba mais sobre ou agende sua consultoria gratuita.

 

A individualização do consumo de água, é uma medida que promove a justiça social, porque ninguém pagará pelo consumo do vizinho, pois cada um arcará com uma conta que é proporcional à quantidade de água que cada morador consumiu. Além dessa economia financeira, essa é uma prática que também incentiva a sustentabilidade, pois dessa forma, os condôminos tendem a desperdiçar menos água, contribuindo diretamente com a preservação do meio ambiente.

 

Essa prática é prevista por lei

 

E por conta dessa grande relevância, foi criada a Lei Federal nº 13.312/2016, que entrou em vigor em 12/07/2021, ela torna obrigatória a medição individualizada do consumo hídrico nas novas edificações condominiais. Para os condomínios já existentes, essa lei não se aplica, até mesmo porque a maioria dos prédios antigos não foram projetados com uma estrutura que permita colocar um hidrômetro em cada unidade.

 

Esses prédios antigos não possuem um registro separado para cada apartamento, ao invés disso, as instalações são em diversas prumadas que estão conectadas com todos os outros andares, ou seja, é uma rede que é de uso geral para todos os condôminos. Logo, cada apartamento possui vários registros, então precisaria ser colocado um hidrômetro em cada um deles, o que geraria um custo elevado, por conta disso, muitas vezes, acaba se tornando inviável financeiramente. Dependendo da estrutura, é possível também realizar uma obra de retrofit e instalar a individualização.


Para saber mais sobre as leis relacionadas a gestão ambiental

leiam os nossos outros blogs:

PL 3.729 e as suas Implicações no Futuro do Meio Ambiente

Compensação Ambiental - A Lei a Favor do Empreendimento Sustentável


Vale destacar, que para ocorrer essa transição do sistema hidráulico, é obrigatório que essa decisão seja aprovada por todos os condôminos em uma reunião de assembleia.

 

E é preciso lembrar que economizar dinheiro é importante, mas o fator mais relevante de todos é o consumo consciente da água. Portanto, a individualização de água em condomínios é uma boa alternativa em busca da sustentabilidade.

 

E vamos sempre continuar buscando combater o desperdício desse bem tão precioso

 

Para saber mais sobre individualização e tudo mais sobre gestão de recursos hídricos nos siga em nossas redes clicando aqui!

 

 

 


Autor: Julia Lelis